Posts Tagged ‘coação’

O grupo Independente Fatec-SP recebeu ontem, uma denúncia de um aluno da Fatec São Caetano do Sul (cujo nome, por questões segurança manteremos em sigilo), referente à coação de alunos, pela direção da faculdade, para que respondam o WebSAI.

O WebSAI é o programa de avaliação institucional do Centro Paula Souza. Para mais informações sobre o programa e o que há por trás dele, veja o post:
Centro Paula Souza pagará bônus para as Fatecs que mais aprovarem alunos

Segue abaixo o relato do aluno da Fatec SCS:

Alunos da Fatec São Caetano do Sul são coagidos a responder o WebSAI com ameaças e proibições.

Nesta segunda semana de novembro encerra-se o prazo para a entrega dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) da Fatec SCS. Em paralelo, a pesquisa do WebSAI segue coletando informações sobre a satisfação dos alunos e funcionários sobre a unidade.

Como garantia de que todos os alunos responderiam o WebSAI, a coordenação foi orientada por professores e por sua supervisão a não aceitar, em hipótese alguma, a entrega das monografias de alunos que não tivessem respondido a pesquisa. Caso o aluno afirmasse que sim, as funcionárias pediam que fosse mostrado o protocolo gerado pela resposta da pesquisa.

Durante todo o dia, alunos de curso superior foram tratados como menores incapazes do ensino médio, sem a opção de abster-se da pesquisa. É duro acreditar que uma pesquisa que visa coletar a opinião dos alunos acerca da instituição seja tratada com tamanha infantilidade e falta de ética, por parte de parte de profissionais que se julgam aptos a ensinar. Os relatos de abuso são ainda mais graves nos cursos da tarde. Houveram relatos de alunos que foram ameaçados de terem suas notas rebaixadas caso se recusassem a responder a pesquisa.

Se existe uma falta de interesse em responder a pesquisa, obviamente esta não é a melhor opção de tratá-la. A importância do WebSAI como ferramenta administrativa é explícita, mas as práticas criminosas do episódio fazem crer que talvez exista algum interesse além da qualidade do ensino. Já passou da hora dos alunos consentirem-se que, dado o ingresso na instituição de caráter superior, não são obrigados de maneira nenhuma a acatar restrições que não estejam explicitamente descritas no regulamento do Centro Paula Souza ou da unidade.

Não estamos dentro de um feudo, e sim, de uma instituição de ensino que preza pro sua qualidade, por seus alunos, por seus funcionários e acima de tudo, pelo comportamento ético e respeitoso.

Anúncios