PHA detona o protesto contra o aumento da tarifa!

Posted: 7 de Junho de 2013 by Duke de Vespa in Cotidiano

Vejam só como esse Paulo Henrique Amorim é um grande pelego do Governo PTista. Ele disse hoje em seu blog, que o protesto ocorrido ontem (06/06/2013), no Centro de São Paulo, contra o aumento da tarifa de ônibus e metro, parecia uma “Convenção do PSDB”, que não tinha um único negro lá, que não haviam trabalhadores (pois últimos esses estavam voltando pra casa depois de um exaustivo dia de trabalho), que lá só tinha branco de classe média, enfim…
Ele tem o direito achar o que quiser. Mas o interessante nessa história é que quando o protesto (com as mesmíssimas características citadas acima) era contra o “aumento inadmissível” da passagem, decretado pelo então prefeito Gilberto Kassab, aí sim era uma manifestação legítima da classe trabalhadora e dos movimentos de esquerda, que a Prefeitura e o Governo do Estado, na época, reprimiram com truculência.
São dois pesos, duas medidas:
“O prefeito de SP Kassab e seu aliado Alckmin demonstram que quando se trata de agir contra a tragédia das enchentes que lançam as famílias na miséria, a ação não existe. Porém, quando se trata de agir contra os trabalhadores, estudantes e jovens que se mobilizam pelos seus direitos a resposta é rápida. E vem sob a forma de bombas, cacetetes e balas de borracha.”

Veja aqui a reportagem completa: http://www.conversaafiada.com.br/video/2011/01/14/video-policia-de-sp-reprime-manifestacao-com-balas-de-borracha/
Não estou defendendo PSDB e DEM (o Kassab agora é do PSD), mas o fato é que o preço da passagem em São Paulo é abusivo. Ainda mais quando consideramos a péssima qualidade do serviço prestado à população. Tanto o aumento decretado pelo Haddad, quanto o aumento do Kassab, intensificam o abuso e beneficiam apenas os proprietários das empresas de ônibus. O transporte público não deveria estar submetido a lógica do mercado, pois trata-se de uma garantia de um direito fundamental: o direito de ir e vir.

Em tempo: Onde será que estava a UNE (aparelhada por PT e PCdoB) no protesto de ontem?
Segue o artigo publicado hoje (07/06/2013) no blog Conversa Afiada:

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2013/06/07/protesto-em-sao-paulo-nao-tinha-trabalhador/

Publicado em 07/06/2013
Protesto em São Paulo não tinha trabalhador

Aumento foi tão pouco porque Dilma e Haddad retiraram impostos.

284588-970x600-1

Parecia convenção do PSDB (Foto: Leandro Moraes/UOL)

As passagens de ônibus e metro aumentaram de R$ 3,00 para R$ 3,20.

E tão pouco, porque a presidenta Dilma Rousseff e o prefeito Fernando Haddad negociaram a retirada de impostos que incidem sobre passagens.

Por isso, em algumas cidades de São Paulo, como São Bernardo, o prefeito se deu ao luxo de reduzir o valor da passagem.

Ainda assim, um conjunto de jovens brancos e de classe média parou São Paulo na noite desta quinta-feira, com depredações e confrontos.

Não havia ali um único negro.

Parecia convenção do PSDB de São Paulo.

Não havia um único trabalhador, que, como observou o Chico Pinheiro no Mau Dia Brasil, estava no trem, no metrô, de volta pra casa, depois de um dia de trabalho.

Paulo Henrique Amorim

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s